Idéias podem transformar riscos em oportunidades

(copiada do blog do nassif, muito estimulante para quem pensa em sugerir ao invés de criticar)

 

Querem ver o poder transformador das idéias?

No dia 28 de abril passado, um leitor de nome Emerson (não colocou o sobrenome) colocou um comentário sugerindo um Plano Marshall do Brasil para o Paraguai (clique aqui).

Dizia  ele

A questão Itaipu é complexa do ponto de vista diplomático e im nó do ponto de vista político. Parece-me que do ponto de vista técnico e financeiro esta ótima.

O novo presidente paraguaio montou sua campanha em função da renegociação do tratado. Se não o fizer, rompe com sua base de sustentação. Por outro lado, se o fizer levará os louros de todo sucesso e acusará o Brasil (imperialista) de todo o insucesso. Ou seja, sua unica opção é tentar a renegociação do tratado seja lá qual for o resultado.

No caso diplomático, o Itamaraty sabe que deve tratar o Paraguai em termos totalmente diferentes do que tratou a Bolívia ou trataria qualquer país fora do Mercosul. O Mercosul ainda é de interesse brasileiro. Assim, será importante ceder para que o Paraguai melhore sua condição econômica e fortaleça o Mercosul.

Devemos lembrar do Barão do Rio Branco.. “em diplomacia, aquele que parece que perdeu, na verdade ganhou, e quem aparece com a vitória, de fato perdeu”. Nâo interessa ao Itamaraty parecer vitorioso, mas garantir o sucesso do Mercosul.

 

 

 

Leiam agora a matéria de Yuri Dantas na Folha de hoje – “Brasil faz oferta de Plano Marshall para o Paraguai” (clique aqui).

Após a reunião com Amorim, Franco voltou a Assunção para discutir os temas com o presidente eleito, Fernando Lugo, que recebeu positivamente a idéia. Em contrapartida, Assunção poderia aprovar uma lei de proteção a investimentos estrangeiros, para alavancar sua economia.

Segundo a Folha apurou, o plano prevê três vertentes: 1) financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para projetos de infra-estrutura e energia; 2) investimentos da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) em cooperação agrícola; e 3) auxílio da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) às empresas instaladas no Paraguai.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: